Paris, Texas

Sob o sol escaldante do deserto, no sul do Texas, Travis está perdido, sujo e com sede. Depois de caminhar por horas, ele chega à terlingua, um pequeno povoado.

Na busca em saciar sua sede, ele se depara com um bar onde encontra apenas gelo e cerveja. Fraco e exausto, ele acaba desmaiando.

O dono do bar o leva à uma clínica local. Lá, é examinado pelo médico, mas permanece mudo e sem reação.

À procura de informações, o médico acha em seus pertences um pequeno cartão de visitas com o nome de Walter R. Hederson. Ele resolve ligar e descobre que Walter é irmão daquele misterioso homem.

Walt, como é chamado pelos familiares, viaja horas para reencontrar o irmão que estava desaparecido há 4 anos.

Quando chega à terlingua, ele tem a péssima notícia de que Travis havia desaparecido novamente.

Aborrecido, Walt resolve ir embora, mas no caminho encontra o irmão desnorteado. Ele tenta conversar, mas Travis permanece indiferente.

Durante a longa viagem de volta, Travis resolve falar. Os dois irmãos conversam como há muito não faziam.

Travis vai se recordando do passado e se lembra que abandonou o próprio filho na porta da casa de Walt.

Hunter é um lindo garotinho de cabelos loiros que aos poucos volta a se identificar com o pai. Ambos partem para uma viagem em busca de Jane, a mãe desaparecida de Hunter, vivida por Nastassja Kinski.

O filme convida o espectador a pensar sobre o amor em família e os possíveis desenlaces, criando assim, um retrato trágico e destrutivo.

Confira:

Por: Giulia Trés

Anúncios

Eles cresceram!

 Quem nunca começou a ler um gibi da turma da Monica e, sem perceber, não conseguiu parar ate terminar?

Era batata, chegava da escola (terceira ou quarta serie) e já sentava pra ler um gibizinho. Às vezes lia ate o mesmo! (risos)

O meu personagem favorito sempre foi o Cebolinha, porque, além dos planos infalíveis serem ótimos, ele nunca desiste!

 

Em 2005 descobri os gibi´s on-line. Muito legal! Melhor ainda: gratuito, afinal, mesmo os livrinhos não sendo muito caro, haja grana pra comprar um por dia! RS

 A pouco recebi mais uma novidade relacionada aos desenhos: A Turma da Mônica Jovem!!!

 Muito bom, com algumas alteraçõezinhas, como: Cebolinha – Cebola, os pais que antes eram Os Souza, agora tem nomes e entraram na história pra valer! É… o Maurício de Souza arrasou nas inovações. Mesmo assim, quem ainda preferir a turma em pequenos e tradicionais podem ficar felizes, pois agora a produção é dos dois jeitos – jovem e criança.

 Pra quem não viu, deixo aqui um pouquinho dessa turma que chegou abalando.

Jovens

Por: Giulia Trés

Lady Gaga: Fenômeno pop

O sucesso mundial de Lady Gaga não é a toa. Comparada a David Bowie e Madonna ela é a prova viva de que um visual fashion juntamente com seus ritmos dançantes é a combinação ideal para chegar ao topo.

Seu álbum de estreia, The Fame, lançado em 2008 podia ser mais um daqueles que fazem barulho por um tempo e depois ninguém mais se lembra das músicas e muitos menos o nome da cantora. Pois não foi assim.

Quase todas as suas músicas se tornaram hits mundiais. The Fame vendeu cerca de 5 milhões de cópias em todo o mundo, isso para uma nova cantora, considerada “estranha” e de apenas 24 anos. Músicas como Bad Romance e Telephone, as mais novas da cantora, não param de tocar nas rádios e os clipes são febre na TV e internet.

Ela pode parecer totalmente superficial para quem a vê pela primeira vez, mas é ela quem escreve suas letras, toca o seu teclado e não usa playback nos shows, aliás, ultimamente Gaga tem trabalhado e abusado tanto das suas condições físicas que andou passando mal em um dos shows da sua turnê.

Lady Gaga trouxe novamente a pop music, agitando quem há algum tempo não ouvia mais esse estilo de música. Ela inovou trazendo uma mistura em seus shows, de arte, coreografias modernas e moda. Seus hits agitam até as pistas de dança, sendo que a pop music não entrava nas boates há muitos anos.

O resultado de tudo isso é uma performance em cima dos palcos, com um show de imagem no próprio corpo, na verdade, uma loucura fashion, mas que a aproxima do mundo da moda. “Ela não tem medo de usar o seu estilo doido! Se mostra uma mulher de atitude, ousada, poucas mulheres tem a coragem de usar as roupas, penteados e maquiagem que ela usa”, diz a estudante Fabiana Padilha, que adora as músicas e os clipes da cantora.

O mais curioso sobre Lady Gaga é como ela domina a mídia nos tempos em que os sucessos são como relâmpagos. Ela conquistou seu lugar para ficar na história da música pop. Sua irreverência chega ao ponto de colocar o nome do álbum de estréia como The Fame, ousada não?

Looks “loucos” Lady Gaga:

Por Aline Bonilha

O fabuloso talento de “Amelie”!

Ao invés de falar do meu filme favorito, resolvi agraciar a musa que o fez tão belamente: AUDREY TAUTOU.

Francesa, nascida em agosto de 1978, ela conquistou a confiança dos conterrâneos com a atuação em “Instituto de Beleza Vênus”, de 1999, quando levou para casa o César de atriz revelação, mas foi em “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”(imbatível!), de 2001, dirigido por Jean-Pierre Jeunet, que a atriz ficou conhecida em todo o mundo. A personagem rendeu a Tautou uma indicação ao César e outra ao Bafta de melhor atriz. Amélie Poulain conquistou o coração dos espectadores, inclusive o meu.

Em 2004, Audrey Tautou filma “Eterno amor”, em 2005 de “Bonecas russas” e em 2006 estrela o “Código da Vinci”, no mesmo ano, Audrey filma “Amar não tem preço”. Foi no ano de 2002 que a atriz filmou o primeiro longa em língua inglesa, do diretor Stephen Frears, o mesmo de “Ligações perigosas”, “Coisas belas e sujas” aborda o tema tráfico de órgãos.

Em 2009 Audrey estréia nas telonas a cinebiografia “Coco antes de Chanel” (“Coco before Chanel”), que conta a trajetória da famosa estilista francesa Gabrielle Bonheur Chanel. O filme é uma “PÉROLA”, fotografia linda, figurino impecável e Audrey cheia de atitude e, claro, muita elegância, assim como Coco que foi uma revolucionária da moda na época e ainda é até hoje, mesmo depois de tantos anos de sua morte é ainda muito admirada.

Uma curiosidade é que o filme fez com que a “moda Channel” ganhasse as luzes dos holofotes no Brasil, na cidade do Rio de Janeiro e São Paulo foram montadas exposições em shopping centers para divulgar Coco Antes de Chanel, na semana de lançamento do filme nos cinemas. No Shopping Leblon (RJ) foram exibidas fotos oficiais do filme, enquanto que no Iguatemi (SP) foram expostas roupas e acessórios que pertenceram à própria estilista.

A bela atuação de Audrey como Coco rendeu a ela uma indicação ao Bafta e ao César de melhor atriz. O filme foi indicado ao Oscar de melhor figurino e levou o César na mesma categoria.

A informações agora é que depois de estrelar Coco, a atriz  está se preparando para mais uma adaptação e desta vez, será Therese B., filme de Claude Miller, o mesmo de “Um Segredo em Família”.

O longa se passa em 1920 e conta a história de Therese Desqueyroux, uma mulher casada, mas com espírito libertário e que luta contra as pressões sociais e o tédio da vida nos subúrbios. As filmagens estão programadas para começar em 2011 e dizem que a intenção dos produtores é fazer negócios no Festival de Cannes. Aguardamos nossa BELA e sua próxima atuação.

A francesinha com um sorrido peculiar, olhos incrivelmente curiosos e aquela franjinha esquisita, nunca vai ser esquecida. Audrey será nossa eterna Amelie!

Aperte o Play aqui em baixo…assista o trailer….e, claro, corra para a locadora, já!

Por Mel Cândido

Nascida para gastar, forçada a cozinhar

Não sei cozinhar! O máximo que sei fazer é fritar um ovo (ou fazer no microondas mesmo com uma forminha que ganhei justamente pela minha habilidade com o fogão..rs) e fazer um arroz que parece mais uma canja de tão papa que fica!

Mas.. dessa vez me dei bem! Minha irmã me ensinou a fazer um molho branco que, modéstia a parte, ficou uma delícia!

Vou mandar a receita (coisa mais fácil do mundo) pra quem ficar com água na boca.

Vamos lá! Ingredientes:

♦ 1 cebola pequenininha picada (eu não gosto de cebola, por isso pequenininha!);

♦ 1 colher de margarina;

♦ 1 caixinha de creme de leite;

♦ 1 xícara de queijo ralado;

♦ 1/2 litro de leite;

♦ 1 colher de sopa cheia de maizena;

♦ e 1 colher de sobremesa rasa de sal.

Modo de fazer:

♦ Colocar a margarina na panela e quando estiver totalmente derretida, colocar a cebola e o sal;

♦ Quando a cebola estiver transparente, acrescente o creme de leite;

♦ Deixe cozinhar por 1 ou 2 minutos, para pegar o gosto;

♦Coloque o leite (com a maizena dissolvida, para não empelotar);

♦Mexa até o molho começar a ter uma consistência mais firme;

♦ Quando o molho estiver com forma mais firme, desligue o fogo e acrescente o queijo, mexendo bem, para ele não grudar;

♦ Prontooooo!

Eu fiz com macarrão, mas pode ser com o que você quiser.. minha irmã disse que com arroz de forno fica muito bom também!

♥ Receita aprovada por Ana Luiza Brega e Blond José

Por Ana Luiza Marques

A magia da Disney

Depois de muito descanço no cruzeiro, continuamos nossa viagem agora com destino a Disney, Orlando. A casa que alugamos através da agencia, era mais próxima a Disney world, o que significa um pouco mais distante dos parques da Universal.

As casas eram grandes e bem semelhante a todas as do condomínio.  A que alugamos tinha 3 quartos na parte de cima e um quarto na parte de baixo, alem de uma sala de TV, cozinha, sala de estar e piscina.  Bem confortável e uma ótima opção para quem quer gastar bem menos. Ali também é Possível passar no wallmart e comprar os itens necessários para um café da manhã equipado e mais brasileiro.

No nosso primeiro dia de parques, fomos logo encarar o tradicional Magic Kingdom. O parque é lindo e chama atenção pelos detalhes. O castelo da Cinderella já é lindo, principalmente a noite quando está totalmente iluminado!

Os brinquedos são mesmo de animação, nada muito radical.  Porém alguns ainda se fazem imperdíveis como Mickey’s PhilharMagic, um 3D com a turma do Mickey muito bem feito. O tradicional Splash Mountain também é incontestável. E ainda que nao chegue aos pés da nova Rock it roller coaster, a space mountain é boa para começar a se preparar para a emoção.

Aproveitando que as atraçoes não são muitas, quando próximo as 20 hrs já reserve seu lugar perto ao castelo da princesa borralheira para vista privilegiada da atração mais linda do parque. A Parada. É de se arrepiar inteira e agradecer a todo instante a oportunidade. Que saudade que já sinto da Disney.

Ps: Uma dica consumista que náo poderia faltar,quando entrar nas lojinhas e se encantar pelos mimos dos personagens, não pense duas vezes antes de comprar, e nem hesite em pensar, ainda tenho mtos parques para visitar e posso encontrar a mesma coisa. ISSO NAO ACONTECE.  Pode até ser, mas e se NAO? Vc vai ficar sem. Fica a dica: AMOU, LEVOU! Vc nao sabe quando estará de volta.

SAINT MARTEEN

Apos 2 dias completos de navegação o navio atracou no porto de Saint Marteen no Caribe.  Como já estávamos saturadas do navio, logo descemos para conhecer a  cidade.

Nos juntamos a um grupo que já se encontrava na fila e fomos fazer o passeio de 04 horas que incluía algumas vistas da parte holandesa, a famosa praia de Maho Beach e praia da parte francesa.

A primeira dica imperdível é curtir a praia de Maho Beach pelo menos um dia. O mar é LINDO, e a sensação dos aviões pousando tão próximos é arrepiante. Confesso que senti um pouco de medo inclusive.

Seguindo nosso tour em direção a parte Fracesa paramos em uma praia, da qual não me recordo o nome,  que  em seu canto direito era de nudismo. Como nunca tinha ido a uma, resolvi conhecer. A praia é linda, mas confesso que não me senti bem naquele ambiente. É interessante apenas para acabar com as horrendas marquinhas de bikini.

O tour termina em compras, CLARO. Eles tentam te empurrar os souvenirs que sempre compramos por desencargo de conciencia, POREM dessa vez não conseguiram me convencer. Aproveitando as taxas FREE, fui direto as famosinhas como Tommy, Ralph e aproveitei para comprar perfumes e maquiagens que por incrível que pareça lá é ótimo para encontrar os frascos mais concorridos.

O centrinho também é super empolgante! Temos os restaurantes de rede e também os típicos bem interessantes.

Esse tour você consegue contratar logo na entrada da ilha, em barraquinhas específicas e quanto maior o numero de pessoas, melhor o preço. Aí que vem a idéia de juntar o pessoal na fila mesmo.

Para quem faz somente Saint Marteen como destino, aconselho alugar um carro e explorar. Ir ate St Barth, conhecer todas as praias e não deixar de se aventurar na noite caribenha, com seus drinks mirabolantemente fantásticos.